23 de fevereiro de 2010

"Pensar com Tom Zé"
Nota de imprensa

ARGUMENTO
Se um dia um Português foi ter às terras que seriam posteriormente chamadas Brasil, nos dias de hoje parece dar-se um retorno histórico pendular e é Portugal que está a ser verdadeiramente ‘descoberto’ como terra de novas oportunidades para o povo Brasileiro. Deste contacto ocorre uma osmose entre a matriz da cultural clássica portuguesa - já um pouco desgastada perante a globalização - e a rejuvenescida ‘multiculturalidade’ Brasileira, a qual ameniza a envolvente - porque vive celebrando cada momento - como o essencial da vida. Desta livre permuta resulta uma auto-organização que renova o quotidiano na forma de uma maior abertura psicológica, tão necessária à constante adaptabilidade da vivência contemporânea.
Tom Zé - célebre músico Brasileiro - foi o símbolo escolhido para homenagear o melhor que une Brasil e Portugal, para lá da óbvia comunhão linguística. A sua música e o seu pensamento serão o motivo inspirador para celebrar a alegria de viver em liberdade criativa. Assim esta concretização temática ocorrerá numa estreita colaboração entre a música, o pensamento e as artes plásticas.

“Assim ou assim?”, acrílico sobre tela, 100x100 cm, 2009
Autor: Totonho
Foto: Jurriaan Hoefsmit


Pelas 14h30 de Sábado dia 03 de Abril de 2010 terão lugar na Casa do Brasil em Santarém, duas palestras de introdução ao tema, música e pensamento de Tom Zé.

Oradores:
- José Neto (artista plástico – sob o pseudónimo Zé Neto) filósofo e autor da ideia.
- Ricardo Marques (músico e professor de guitarra portuguesa) em representação do Conservatório de Música de Santarém.

Após as palestras será inaugurada a exposição colectiva de artes plásticas “Pensar com Tom Zé” a qual estará patente até 02 de Maio de 2010 (horário: 3ª feira a Domingo, das 09h00-12h30 e das 14h30 às 17h30).

Artistas participantes:

- Alberto Henrique de Almeida.
- Ana Cassiano.
- anA marques
- Aristides Meneses.
- Claudio Moraes Sarmento.
- Francisco Rousseau.
- Mariola Landowska.
- Paula Rousseau.
- Pedro Charters d’Azevedo.
- Zé Neto.

Como esta exposição é uma homenagem à influência da cultura brasileira em Portugal, a imagem escolhida (exibida em cima) não será uma das expostas, mas sim uma da autoria de um artista do Brasil – alheio a esta exposição.

Agradecimentos: A Tom Zé e à sua produção, pela autorização relativa à reprodução de todos os materiais usados.

Apoios
- Embaixada do Brasil em Lisboa
- Casa do Brasil -Santarém
- Conservatório de Musica de Santarém


..

.......................
anA marques, pintura, musica, gravata, artista plástica, anA

4 comentários:

juvenal disse...

Gostei.
Lá estarei, com meus amigos.
Obrigado.Informação sobre a expo de Tom Zé é importante.
anA te desejo sucessos.
Juvenal

luis disse...

Palpita-me que a tua gravata
"cantante" vai ser o trabalho mais inovador.
Vamos adorar.
bj
Luis

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.