30 de dezembro de 2010

Homenagem a Martin Luther King

Técnica mista sobre madeira- ano 2010 - 90x120 cm

Pouca coisa é necessária para transfomar inteiramente uma vida;
amor no coração e sorriso nos lábios.
Martin Luther King
anA marques ,anA, pintura,artista plástica

26 de dezembro de 2010


Baía do Mindelo
Acrilico sobre MDF - 70x85 cm - out-2010

Impossivel ficar indiferente à paisagem
A cidade do Mindelo é uma das poucas cidades do mundo onde se respira uma atmosfera invulgar e muito própria, que é sempre difícil descrever por palavras. Ao clima ameno, pautado por uma temperatura suave, juntam-se a harmonia do traçado das ruas e as reminiscências da arquitectura portuguesa em edifícios admiravelmente preservados. O antigo Palácio do Governador (hoje, Palácio do Povo), constitui o expoente máximo dessa preservação e é, porventura, o melhor exemplo de arquitectura colonial portuguesa em África.
Mindelo - Capital Lusófona da Cultura caboverdiana.
Cidade de poetas e artistas, Mindelo é porém famoso e conhecido por algo que muito dificilmente sai da memória de quem o visita. O ritmo das suas noites quentes é algo de único em todo o arquipélago. O luar transforma-se em Sol e as ruas da cidade enchem-se de gente como se de uma festa constante se tratasse. Os jantares ao som de mornas tocadas por mágicos violões e vozes penetrantes sugerem-nos um aperitivo ao desfrute das inúmeras discotecas de timbre africano existentes na cidade.

Na música, há diversos géneros musicais próprios, dos quais se destaca a morna e coladeira.

Cesária Évora é a celebre cantora mindelense reconhecida mundialmente, tem como alcunha diva dos pés descalços, pois é deste modo que ela se apresenta no palco.

anA marques, pintura,anA, Cabo verde,

20 de dezembro de 2010

NA tal

Feliz Natal e Bom Ano 2011


Na tal

Na tal habitação volto a falar-te
Na tal que já eu próprio não conheço
Na tal que mais que tálamo era berço
Na tal em que de noite nunca é tarde

Na tal de que por fim ninguém se evade
Na tal a que sei bem que não regresso
Na tal que umbilical cabe num verso
Na tal sem universo que a iguale

na tal habitação te vou falando
Na tal como quem joga às escondidas
Na tal a ver se tu me dizes qual

Na tal que eu herdei só este canto
Na tal que para sempre está perdida
Na tal em que o natal era Natal
.............................................................David Mourão Ferreira
................................................................................ ( Obra poética, p. 231 )
anA marques, anA, pintora, artista plástica,oleo ,pintura, acrilico

10 de dezembro de 2010

Armário da Poesia

Armário decorado com poesia de autores portugueses


...
Frente do armário..............................................Costas do armário

.. .......
Lateral..............................interior



..

Armário imaginado para o 5ºA do CED D. Maria - Lisboa
A participação e dedicação dos jovens foi essencial.
O Objectivo é fomentar o gosto pela escrita e leitura de poesia.

Oa autores referidos no armário:
Manuel Maria Barbosa do Bocage; Fernado Pessoa; Luis de Camões; A. Ramos Rosa; António Gedeão; José Jorge Letria; Júlio Moreira, Sena da Silva, Cristina Reis e Margarida D’Orey ; António Torrado; Mª Candida Mendonça; Alexandre O'Neill ; Rogério Rodrigues Ferreira, Joaquim Pessoa e Cecília Meireles.

8 de dezembro de 2010

...
Imagine all the people
living life in peace...
...


Tecnica mista sobre mdf- 116x130cm
Trabalho exposto no Novotel- Av José Malhoa em Lisboa-



Depois do seu assassinato, na noite de 8 de Dezembro de 1980, em Nova Iorque, John Lennon tornou-se lenda e símbolo de uma época. E até hoje, continua a inspirar livros, filmes, pintura (acrescentei eu) e a ter a sua música na memória colectiva.

O ex-Beatle, casado pela segunda vez com a artista plástica japonesa Yoko Ono e pai cuidadoso do filho mais velho, Sean, tinha-se tornado pacifista quando foi baleado nas costas em frente ao edifício Dakota, situado no bairro residencial onde vivia, no Central Park. O músico acabara de completar 40 anos, e se estivesse vivo teria completado 70 no passado dia 9 de Outubro.

O assassino, Mark Chapman, um jovem instável de 25 anos, admitiu a autoria do homicídio e afirmou que fez o que fez para chamar a atenção. Condenado à prisão perpétua, cumpriu pena na prisão de Attica, no norte de Nova Iorque. Chapman teve a liberdade condicional negada seis vezes, a última em Setembro passado.
A viúva opôs-se à libertação do assassino do seu marido por temer por sua própria segurança e pela do filho, Sean Lennon, hoje com 35 anos.

Vídeo - A morte de John Lennon, o nascimento de Jim Morrison e outros acontecimentos de 8 de Outubro:

(noticia no "sapo notícias"

2 de dezembro de 2010

Horizonte enevoado

Tamisa - Técnica mista sobre tela - 2003 - 13x 17 cm
anA marques, anA, artista plástica, nevoeiro,

27 de novembro de 2010

Colar em rosa e violeta

Acessório Fashion - Técnica mista - ano 2010

Fim da escravatura é o tema da exposição que inaugurou hoje na Damaia.
anA marques, anApintura, acessório de moda, cristal, peça preciosa,


22 de novembro de 2010

Aldeia despovoada

Gorjão, Ribatejo - Agosto 2009 - Nikon D300


anA marques, anApintura, artista plástica, fotografia,Chouto

16 de novembro de 2010

14 de novembro de 2010

Casa da Morna

Exposição de pintura na Casa da Morna
Rua Rodrigues Faria 21
Alcantara - Lisboa.


Horário de Funcionamento :
Segunda a Sábado : 19:30h ás 02:00h
Encerrado aos Domingos e Feriados.

Musica ao vivo
•Sábados - Leonel Almeida
•Sextas - Jennifer
•Sextas e Sábados - Danny SIlva
•Quintas Feiras - Tito Paris

8 de novembro de 2010

Horizontes Desfeitos

Óleo sobre tela - Fevereiro 2007 - 16x25cm
anApintura, anA marques, pintura, paisagem, casa pia, Belas artes,

7 de novembro de 2010

Utopia Azul -Évora

.....
Lista participantes........................Cartaz


.....
Minha apresentação ...... As Meias do botanico.



....

Vista geral da exposição

1 de novembro de 2010

Visões Recíprocas


“Visões recíprocas” é um projecto da autoria do filósofo José Neto, sendo constituído por um ciclo de seis exposições colectivas de arte, que ocorrerá de Setembro de 2010 a Fevereiro de 2011 - em dois espaços expositivos do Município de Almada. Em cada uma destas mostras os autores expõem trabalhos inspirados nas obras... uns dos outros. A ideia foi recriar uma atitude fenomenológica entre artistas pelo reposicionamento do eu perante a figura antropológica do “outro“, comparando diferentes estruturas do entendimento e respectivas posições perante a realidade.

Este ciclo expositivo será acompanhado por serviço educativo prestado pelos artistas participantes.

Na segunda exposição colectiva deste ciclo participam os artistas anA marques, João Carita e Vitoralves.

Esta será inaugurada na Sala Polivalente da Biblioteca José Saramago, pelas 16h00 de Sábado dia 06 de Novembro de 2010 e permanecerá até dia 20.

Horário: de 3ª a Sábado das 10h00 às 18h00.
anA marques, anapintura, artista plástica, anA, pintura

29 de outubro de 2010

Museu da Água




........ .

Trabalhos expostos no museu da Água no Reservatório da Patriarcal no Principe Real em Lisboa

Este é o link para verem mais bilhas na fotogaleria do Jornal Sol

http://sol.sapo.pt/inicio/galerias/fotogalerias.aspx?page=1&content_id=2816&pos=6#topgalerias

anA marques, anA, artista plástica, pintora,pintura

25 de outubro de 2010

Utopia Azul


Cartaz de apresentação para a exposição Utopia Azul

Exposição em Évora - Palácio D.Manuel (Jardim Público)
Inauguraçaõ Dia 6 de Novembro 2010 às 14.00h

As meias de Benjamim Stillngsfleet

Em meados de 1700 as reuniões de lady Montagu eram acontecimentos culturais. O botanico Benjamim Stillngsfleet amigo de Montagu levava nessas reuniões meias azuis em vez das pretas , habituais nessa altura.
É claro que se tatava de algo mais do que a cor das meias: As meias pretas eram de fina seda e extremamente caras. As azuis eram de lã e a sua cor a das roupas de trabalho.
As modestas meias de lã eram uma caracteristica daquele salão.
Significava que o que nele acontecia não tinha nada a ver com a riqueza e o luxo no vestir, mas sim com a cultura.

(Eva Heller in Psicologia das Cores)
anA marques, anapintura, artista plástica, Évora.

19 de outubro de 2010

A Sesta

Desenho a lápis de cor sobre cartolina - ano 2009 -
Fotografia trabalhada no Photoshop
anA marques, anapintura, anA , artista plástica,

15 de outubro de 2010

ArteComPaixão

Assinalando o Ano Mundial contra a Pobreza e Exclusão Social o Exército de Salvação promove uma exposição de pintura e escultura nas sua instalações em Xabregas.

13 de outubro de 2010

A de Autor

No programa A de Autor do dia 14 de Outubro 2010,o Aristides Meneses é um dos convidados a falar sobre o Livro de Arte Questionarte e da Exposição patente no Novotel em Lisboa até ao fim de Novembro de 2010.


...
Armário das Eróticas .............Interior do armário
Ano 2004


Trabalho Exposto no Museu de Arqueologia de Setúbal, Na Escola Superior de Educação de Setubal, em 2005- Na Biblioteca Fernando Piteira Santos, Amadora 2008 e publicado no Livro de Arte Questionarte dos autores Aristides Meneses, Elisabete Lucas e Zé Neto em 2010

anA marques, anA, anapintura, artista plástica


11 de outubro de 2010

Novos Horizontes

Óleo sobre madeira - 6 x 22cm - 2010


O horizonte (do grego antigo ὁρίζων -οντος, de ὁρίζω "limitar") é definido como a linha aparente ao longo da qual, em lugares abertos e planos, observamos que o céu parece tocar a terra ou o mar. Pela definição, pode se considerá-lo mesmo em áreas não planas, embora não se possa observar. Em um local plano, uma pessoa pode observar um objecto no chão até aproximadamente 5 km de distância. A partir deste ponto o objecto estará "atrás" do horizonte.


Fonte: wikipédia
anA marques, anapintura,artista plástica, anA

9 de outubro de 2010

You may say I'am a dreamer...

Titulo: Imagine - Técnica: mista sobre madeira
John Lennon, um dos mais criativos músicos do pop rock, nasceu a 09 de outubro de 1940 - faria 70 anos hoje, sábado - e foi assassinado a 08 de dezembro de 1980, em Nova Iorque.

Para assinalar o aniversário do nascimento (e também os 30 anos da sua morte), estão previstas várias iniciativas que recordam o patrimónimo musical de John Lennon a solo e com os Beatles.

Esta semana, numa entrevista à Associated Press, Yoko Ono afirmou que se fosse vivo John Lennon estaria hoje muito mais descontraído com a idade e com o facto de celebrar 70 anos do que quando festejou 40.

Hoje continuaria a ser um ativista pelos direitos humanos e pela paz, porque é preciso fazer alguma coisa para mudar o rumo do mundo, defendeu a artista plástica, de 77 anos.

IMAGINE

Imagine there's no heaven,
It's easy if you try,
No hell below us,
Above us only sky,
Imagine all the people
living for today...

Imagine there's no countries,
It isnt hard to do,
Nothing to kill or die for,
No religion too,
Imagine all the people
living life in peace...

Imagine no possessions,
I wonder if you can,
No need for greed or hunger,
A brotherhood of men,
imagine all the people
Sharing all the world...

You may say I'm a dreamer,
but Im not the only one,
I hope some day you'll join us,
And the world will live as one

John Lennon

Imagine (Tradução)


Imagine que não existe nenhum paraíso,
É fácil se você tentar.
Nenhum inferno abaixo de nós,
Sobre nós apenas o firmamento.
Imagine todas as pessoas
Vivendo pelo hoje...
Imagine que não exista nenhum país,
Não é difícil de fazer.
Nada porque matar ou porque morrer,
Nenhuma religião também.
Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz...
Imagine nenhuma propriedade,
Eu me pergunto se você consegue.
Nenhuma necessidade de ganância ou fome,
Uma fraternidade de homens.
Imagine todas as pessoas
Compartilhando o mundo todo
Talvez seja um sonhador,
Mas eu não sou o único.
Espero que algum dia você se junte a nós,
E o mundo viverá como um único.

25 de setembro de 2010

A vida como uma guerra

Instalação (pormenor) ano 2010 - 150x40 cm

Naqoyqatsi: Life as war é um documentário lançado em 2002 dirigido por Godfrey Reggio com música do compositor Philip Glass e com trechos executados pelo violoncelista Yo-Yo Ma.

Fonte: wikipédia

anA marques, anapintura, anA, Malaposta, pintura na malaposta, projecto Arte&mente de José Neto

17 de setembro de 2010

OJE



Hoje o OJE publicou esta notícia:

http://www.oje.pt/lifestyle/lazer/novotel-lisboa-expoe-71-obras-de-arte-contemporanea

..................................

Fragmento do quadro exposto no Novotel em Lisboa
Lisboa 17 de Setembro de 2010
anA marques, anA, pintura, artista plástica

16 de setembro de 2010

happening

Armário da Poesia
Pintura ,música e dança no Colégio D. Maria Pia Intervenientes, Alunos do 5ª-A, Mário Palma, prof. de dança e anA marques
O video está um pouco mal amanhado, só o publico para confirmar que aconteceu.





anA marques, anA, pintora, artes plásticas, anA marques, solidariedade social
.

10 de setembro de 2010

Exposição de Pintura

Exposição das obras publicadas no livro de arte Questionarte.



Lançamento de livro de Arte de 40 artistas contemporâneos, anA marques, Novotel, pintura, Av. José Malhoa,
anA, Aristides Meneses, José Neto, Elisabete Lucas

6 de setembro de 2010

Mais uma Alegria



...Uma alegria compartilhada é uma dupla alegria...



O livro de Arte Questionarte já está disponivel.
Estão publicados trabalhos de 34 pintores

O lançamento será no dia 16 de Setembro no Novotel em Lisboa.
O preço é muito pequenino . Se precisarem contactem-me
anA marques, anA, pintura, artista plástica

31 de agosto de 2010

Questionarte

Lançamento do livro.
Novotel
Av José Malhoa- Lisboa
16 de Setembro 2010

...
Capa..................................................................Contracapa

Excerto do texto do livro Questionarte
(...)
Por tudo o que foi escrito antes, em relação ao que irão ver adiante pouco importa quem é o autor, que formação tem, qual o seu curriculum, qual o seu nível de reconhecimento ou o respectivo estatuto social. Aqui não existe essa discriminação, pois importa entender que tais critérios de fama não são sinónimos de arte, mas da influência imposta pelo mercado da arte. Aqui são proporcionadas ao observador condições de isenção tais que, o colocam perante a reprodução do trabalho artístico como se de uma exposição se tratasse. Isto para que possa ser proferido um juízo de gosto estético (positivo ou negativo), despolarizado e aplicado unicamente ao grafismo da obra. Nessa relação interna o sujeito questionará e questionar-se-á perante o que está diante de si. Essa é a essência da arte - porque essa é a essência da nossa vida.

Quando estamos perante a generosa presença de uma imagem a atenção nada mais tem para ‘ler’ e (con)centra-se nesse motivo, para só depois vir a satisfazer a curiosidade complementar pela leitura dos dados da ficha técnica. Não é o caso que - por isso - aqui se aplique a máxima oriental «…Uma imagem vale mais que mil palavras…», pois - para além dos hábitos mediáticos - imagens e palavras são registos muito diferentes entre si, os quais requerem a aplicação de diferentes formas de cognição. Assim o observador será obrigado a distanciar-se do predomínio da razão que advém da influência da escrita alfabética, pois a arte não tem que ser entendida nem explicada (como se fosse uma escrita alfabética), mas tão só partilhada com o próximo como sendo a mais abstracta geratriz de sensação. Cabe a cada um senti-la à sua maneira. Nesta estética (consciência do sentir - no meu entender) as imagens estão libertas do preconceito, porque se é uma clara evidência que a partir do momento em que o artista acaba o seu trabalho a obra ganha autonomia, então aqui a obra é apresentada como emancipada.

Esta publicação assume assim uma atitude purista e alternativa. Purista porque apresenta a imagem – na sua pureza e ipseidade. Alternativa porque (propõe uma outra postura) “alter” + “nativa” (relativa à nossa terra natal), levando a deduzir que alternativa é (neste caso) a exteriorização de um desejo de querer o melhor possível para a realidade artística.

.....................................................................José Neto 2010

mais Aqui

Patrocínios:
TECBRA
UNIWEB
Art&mente
anA marques, pintura, artista plástica, anA

27 de agosto de 2010

Mancha I

Mancha (preto, azul e magenta) - 25x25 - 2010


Pintura é mancha, e a mancha pode ter forma ou não.
anA marques, anA ,pintura, artista plástica.

20 de agosto de 2010

Figura IV


Tecnica mista sobre madeira( acrílico e folha de ouro) - o6/2005 - 60x130 cm
anA, anA marques, pintura, artista plástica, tranquilidade, repouso,serenidade.

10 de agosto de 2010

Paisagem Colorida

Fotografia - nikonD300 - 2010



Ainda há paisagens assim.
Ainda temos campos destes, para caminhadas revigorantes ao amanhecer ou ao fim do dia.

2 de agosto de 2010

Paisagem Negra

Fotografia - Julho 2010 - Nikon D300

Fogos, será destino?


Apesar de alguma aparente evolução, quando chegam os primeiros dias de calor a sério surgem os fogos, sempre.
Todos os anos somos informados de melhorias nos dispositivos de prevenção e combate, no aumento de meios à disposição, etc. Entretanto, quando a comunicação social, de forma frequentemente desajeitada, começa a mostrar o "terreno", o "cenário dantesco", a ouvir "moradores que passaram uma noite em branco", a ouvir o "senhor comandante dos bombeiros", a referir os "meio aéreos, dois Canadairs e um Kamov", a ouvir os "responsáveis locais ou regionais da protecção civil", parece um filme sempre visto e sem surpresas.
É evidente que temperaturas muito altas e vento são condições desfavoráveis e que a negligência e delinquência dão um contributo fortíssimo ao inferno que sobressalta cada Verão.
Sem nenhuma espécie de conhecimento destas matérias, para além do interesse e preocupação de um cidadão atento, tenho alguma dificuldade, considerando a dimensão do nosso país, em compreender a inevitabilidade destes cenários. Os espanhóis têm por costume afirmar que os incêndios se combatem no inverno, nós combatemo-los no inferno.
Trata-se de um destino que não pode ser evitado? Trata-se de uma área de negócios, a fileira do fogo, que, pelos muitos milhões que envolve, importa manter e fazer funcionar sazonalmente? Trata-se "só" de incompetência na decisão política em termos de resposta e prevenção? Trata-se da falência de modelos de desenvolvimento facilitadores de desertificação e abandono, designadamente das área rurais?
Acresce que em Portugal passamos o ano todo a apagar fogos de diferentes naturezas e implicações.


Texto do Zé Morgado no Atenta Inquietude

29 de julho de 2010

Paisagem a Negro

Fotografia- Paisagem a negro - 29-07-2010 - Nikon D300
.............................................................................
anA marques, artista plástica, fogo, pintura, pintora, anA

17 de julho de 2010

Dar corda aos sapatinhos

Série. (Des) compromissos afetivos - ano 2010
Técnica mista sobre sapatos
anA marques, anA, artista plástica, pintura

14 de julho de 2010

6 de julho de 2010

A Pobreza e a Exclusão Social

Trabalho em exposição no CED D. Maria Pia em Lisboa

..
Fragmentos do trabalho

Técnica mista sobre tela - ano 2010
anA marques, anA, pintura, Pobreza e Exclusão Social, Casa Pia de Lisboa, Artista Plástica